empreendedorismo Planejamento

Como abrir um negócio? Com o mínimo!

Quando estão iniciando um negócio, é comum que os empreendedores se perguntem: quanto eu quero ganhar e quanto eu posso gastar? Essas são as perguntas erradas. A pergunta ideal para esse momento é: quanto estou disposto a perder? Esse questionamento evita que o empreendedor iniciante contraia dívidas e gaste muito dinheiro com um negócio que pode nem dar certo.

Isso é o que chamamos de começar com o máximo do mínimo, fazendo testes para entender seu público-alvo. No mundo das startups isso ficou conhecido como produto mínimo viável.

Por exemplo, suponha que você queira abrir uma loja de roupas. Antes de gastar com registro de marca, aluguel, reforma, estoque inicial e contratação de funcionários, é possível fazer testes divulgando a marca no Instagram. Um início gastando pouco pode ser a criação de um logo interessante, fazer postagens que chamem a atenção do público e, assim, entender quais tipos de roupa atraem os possíveis clientes e até qual preço eles estão dispostos a pagar. Ainda, como ainda há uma loja física, você pode levar a roupa até seus clientes e conhecê-los um pouco melhor. A expansão pode acontecer gradualmente, entendendo o cliente e gastando sempre pouco. Se tudo der errado, a perda será muito menor.

Essa lógica se aplica a qualquer negócio. Empreendedores de sucesso investem no ciclo de teste-aprendizagem, para testar, aprender, fazer mudanças rápidas e, assim, aumentarem suas chances de sucesso. Basicamente, esse é o conceito de startup enxuta proposto por Eric Ries. Simples protótipos de papel podem ser formas de testar suas ideias com potenciais clientes: desenhe o que seu produto ou serviço irá oferecer e peça feedbacks de possíveis clientes. Os resultados são poderosos e evitam que uma série de erros sejam cometidos.

Para conseguir fazer testes e começar com produtos mínimos viáveis, é necessária uma mudança de mindset. É preciso entender que você não precisa de uma solução perfeita para se lançar ao mercado. Além disso, é necessário ter em mente que a solução ideal só vem após a obtenção de feedbacks do cliente e que isso só acontece quando você está disposto a ouvir suas opiniões logo no início.

Seguindo a estratégia de pensar no quanto é possível perder e fazer constantemente o ciclo teste-aprendizagem, o negócio deve crescer de forma sustentável. Suponha que você precisa expandir sua loja, por exemplo. Você deve procurar fazer o máximo gastando o mínimo, focando no que é realmente essencial para os objetivos da empresa. É claro que todos sonhamos com uma sede linda, enorme, cheia de objetos decorativos caros, com uma fachada imponente, mas até que ponto isso irá contribuir com o sucesso do negócio? Muitas vezes, um investimento 3 vezes menor gera os mesmos resultados. Na dúvida, é sempre importante se perguntar: esse investimento irá contribuir com o aumento de minhas vendas? Irá fazer os clientes valorizarem mais a minha empresa? Se as resposta forem “não”, não faz sentido seguir em frente. Se tiver dúvidas em relação às respostas, antes de investir, teste e aprenda.

Co-fundadora e diretora da Sempreende. PhD researcher (UnB) em Ensino de Empreendedorismo. Mestre em Empreendedorismo e Inovação pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Pós-graduada em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Facilitadora certificada da metodologia Lego® Serious Play®. Experiência de mercado como empreendedora no ramo de alimentação e consultora na Shell Brasil. Revisora da Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas. Consultora e facilitadora de programas de Empreendedorismo no Centro de Empreendedorismo e Incubação da UFG (CEI/UFG), Incubadora 3D (Prefeitura de Aparecida de Goiânia), Aldeia Incubadora (Uni-Anhanguera), UnIncubadora (UniEvangélica), Proin (UEG), Incubadora Athenas (UFG/Catalão), Incubadora Beetech (UFG/Jataí) e PUC Incubadora (PUC/GO). Já capacitou professores para o Empreendedorismo no Senac-GO, Senai-GO, UFG, Uni-Anhanguera e UniEvangélica.

1 comentário em “Como abrir um negócio? Com o mínimo!

  1. Thays Regina

    Amei o texto! Como sempre, claro e objetivo! ❤ Parabéns!!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: